sábado, 10 de fevereiro de 2018


Inauguração das novas instalações do Quartel do Regimento de Cavallaria da Policia Militar (escrita da época).  Parte III

    O Sr Interventor do Estado e demais autoridades presentes ao solenne acto de Inauguração das novas instalações do Regimento de Cavallaria. (escrita da época) - Fonte: Jornal Folha do Norte, pag. 02 de 08 FEV 1938.



         Damos a seguir a conclusão do Boletim Regional cuja publicação iniciamos na edição vespertina de hontem:

                Meus Camaradas!
       Por nossa vez, desde quando assumimos o espinhoso encargo de Commandante Geral, não experimentamos desfallecimentos nem fadiga, ao contrario, sempre nos dominou o desejo unico de trabalhar com homestidade e de acertar para melhor, em todos os ramos da vida da milicia, secundando, assim, a grandiosidade da tarefa material e moral, a que se propôz a levar ao fim, o illustre estadista que dirige os altos destinos desta gleba querida.
     Ao ensejo, pois, deste acontecimento animado e festivo, segnifiquemos, meus prezados camaradas, com a alma exultante de sadio jubilo e de fe patriotica, ao benemerito cidadão governante, os nossos mais vehementes e sinceros agradecimentos pela concretização de mais esta obra de vulto que acaba de proporcionar á Policia Militar, que, inegavelmente, ha merecido do seu honrado governo todas as attenções, todos os estimulos e todos os carinhos.
        E ao nobre optimismo de S. Excia. oferrecendo-nos mais esse esplendido tabernaculo, correspondamos com a peremptosa affirmação de que a policia Militar saberá eternamente compensar os beneficios recebidos, rogando ainda a Deus lhe retribua o favor da concessão desses progredimentos.
             Finalmente, consignamos aqui os nossos mais vivos agradecimentos e louvores ao Major Luiz de Aguiar, e auctorizamos a louvor os officiaes, sargentos e praças que hajam cooperado de modo destinguido, para as grandes obras de soerguimento physico, instructivo e moral do Regimento de Cavallaria, que, destarte, se apresenta bello, alteneiro, e destemido para novos louros na trilha rigida do dever. (Transcripção do Boletim Geral a 30, de hoje).
        II - UM SONHO QUE VIVEU - INAUGURAÇÃO DO QUARTEL -
           Meus Camaradas! Este Quartel, que desde setembro do anno de 1935, antes mesmo da reoganisação desta unidade, que teve logar a 11 de dezembro de 1935, vinha passando por serias e radicaes obras de adaptação, quer na construcção de dependencias novas, já na ampliação,  installação e remodelação de repartições e serviços, num conjuncto de realisações que abrangeu toda a área em que acha situado, de molde a trazer-nos, agora, a illusão de termos sidos transferidos de local de acantonamento, tão sensiveis foram as transformações operadas, acaba de ser dado prompto pelos obreiros que nelle trabalharam.
              E, todavia, para a consecussão desssa obra de vulto, houve a impertinente opposição das difficuldades financeiras, que por vezes ameaçou de paralisar o seu progredir, mas, o eminente cidadão Exmo. Snr. Dr. José Carneiro da Gama Malcher, Interventor Federal do Estado e nosso Commandante em chefe, contrapondo-se decididamente a taes entraves, ao programma que se traçou de restituir ao seu estado natal a sua gloriosa milicia efficientemente reorganisada e confortavelmente installada, permeteiu-nos a ventua de commemoramos hoje a conclusão dos melhoramentos emprehedidos nesta caserna.
             Junto, se torna, porém, aqui mencionar, que não obstante a bôa vontade do governo do Estado, urgia que ao encontro dos seus desigmos, surgisse a corporação, e esta, de maneira relevante, se fez sentir atravez dos vallosos auxillios materiaes offertados carinhosamente pelo provecto cidadão Dr. Alcindo Cancella, em nome da Prefeitura Municipal de Belém, da qual até bem pouco, fôra laborioso gestor, até, do apoio moral que sempre nos prodigalisou o nosso distinto chefe e amigo Snr. Coronel José Manoel Ferreira Coelho, digno Commandante Geral da Policia Militar, que solicito a infatigavel se desdobrava nos empennos e solicitaçõesa pról de que não houvesse hiato no andamento nos trabalhos, secundado pelo illustre e saudoso Dr. Raymundo Vianna, Director dasObras Publicas e posteriormente pelo seu competente succossor, Dr. Francisco Bolonha, cujo representante neste quartel, Dr. Jarbas de Castro Pereira, moço de promissor futuro. que de par com o seu trato ihano possue invulgar capacidade de trabalho, comnosco conviveu em tão longo periodo de serviços, numa frequencia diuturna, estimulando e orientando aos seus operarios com a proficiencia dos seus conhecimentos o auxilio pecuniario com que acaba de nos brindar o pretimoso e distinto Snr. Alberto Conduru.
           Como remate de tantas dedicações alem de proporcionar-mos o ensejo de podermos obsequiar, nesta hora, as autoridades e convidados com o comprovante distinctivo do nosso jubilo.
          Ainda teve o Regimento, a grata satisfação de receber a offerta gentil e cavalheiresca de uma artistica monta envidraçada e destinada a guarda do nosso augusto Pavilhão e que se encontra no salão de recepção deste quartel. Esta rica obra, caprichoso trabalho de marcenaria, fora confeccionada expontaneamente a esta unidade, para aquele fim, pela conceituada firma da nossa praça Freitas Barbosa & Ciaa., a quem officiarei em consequencia, para externar o nosso preito da mais sinsera gratidão e estima por tão expressiva demonstração de carinho e sympathia que revelou para com esta unidade.
             Este Commando em nome dos seus officiaes, sargentos e praças, tem o immenso prazer de consignar nestas linhas o sentir unanime do nosso profundo reconhecimento e gratidão aos Exmos, Snrs. Drs. José Carneiro da Gama Malcher, Alcindo Combado Amaral Cacella, Aberlado Leão Conduru, Francisco Bolonha, Jarbas de Castro Pereira e Coronel José Manoel Ferreira Coelho, pela conjugação de esforços e cooperação que dispenderam para tornar realidade a nossa aspiração de melhor conforto material que não temesse confronto com a situação moral que mercé de Deus, desfructamos.
   E, a vós, meus camaradas, me dirijo agora com duas finalidades, que são: entregar, como vos entrego a vossa caserna, remoçada e amiga e fazei-lhes um apello fervoroso no sentido de que, em cada um de vós, corporifique-se e anime-se a convicção de serdes um vigilante attento e cioso pela conservação de tudo que ahi se vê, na certeza de que, defendela apenas o que é vosso, resguardaes apenas aquilo que é do vosso quartel, praticaes apenas um acto comesinho do dever civico militar, porque como sabeis, o molitar existe para defender e amparar desde o mais insignificante e pequenino objecto até a vasta extensão do territorio da sua PATRIA.   
    É opportuno, dizer-vos, que o Regimento muito em breve verá transcorrer a data commemorativa do 1º Centenário da sua criação, occorrida precisamente a 8 de maio de 1838, cujo evento devemos remémorar com orgulho e ufania, na relatividade da sua alta significação historica.
    Concomitantemente, com a inuaguração do quartel que hoje se processa, e que constate no corte symbolico das fitas verde e amarello, que vedam a passagem do salão nobre para o interior, acto esse que será realisado pelo Exmo. Snr. Dr. Interventor Federal, será tambem desvendada a placa de bronzeque perpetuará o acontecimento (escrita da época).

 (a) MAJOR MARCOLINO LINS DE AGUIAR, Commandante Interino.

           *Fonte: Jornal Folha do Norte, pg. 02 de 08 FEV 1938 - Biblioteca Artur Vianna




Novas instalações do Quartel do Regimento de Cavallaria da Policia Militar

    Quartel do Regimento de Cavallaria da Policia Militar do Estado, FEV 1938 - Fonte Album do Pará 1939.


   Busto do Gen Gurjão á entrada do Quartel do Regimento de Cavallaria da Policia Militar do Estado, FEV 1938 - Fonte Album do Pará 1939.


    Vista do pateo interno do Quartel do Regimento de Cavallaria da Policia Militar do Estado, FEV 1938 - Fonte Album do Pará 1939.


     Vista do pateo interno do Quartel do Regimento de Cavallaria da Policia Militar do Estado, FEV 1938 - Fonte: Álbum do Pará 1939.


     Baia do Quartel do Regimento de Cavallaria da Policia Militar do Estado, FEV 1938 - Fonte: Álbum do Pará 1939.


   Alojamento dos Praças do Quartel do Regimento de Cavallaria da Policia Militar do Estado, FEV 1938 - Fonte Album do Pará 1939.


    Refeitorio dos Praças do Quartel do Regimento de Cavallaria da Policia Militar do Estado, FEV 1938 - Fonte: Album do Pará 1939.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DECRETO N. 1.683 - DE 06 DE JUNHO DE 1935           O Governador do Estado do Pará,     Considerando que o Estado do Pará necessita d...