Comandantes

O primeiro Comandante da PM foi o Ajudante José Victorino de Amarantes, em 1818, mas não se tem dados levantados sobre o tempo de duração de seu comando, nem de quem lhe sucedeu e de sua biografia. Um desafio para os historiadores da PM é levantar os dados relativos ao seu comando.

No Comando Geral da PM, anteriormente localizado na Avenida Almirante Barroso, esquina com Avenida Dr. Freitas, onde funcionou antigamente o PAMABe - Parque de Material Aeronáutico de Belém (atual Palácio dos Despachos - sede do Governo Estadual), havia a Galeria dos Comandantes onde constava as fotografias dos Comandantes-Gerais desde o Coronel Sotero de Menezes (1895) até o Coronel PM Mário Alfredo Souza Solano (2011).

Entre as imagens estava a do CEL PM Antônio Sérgio Dias da Fontoura, tido pela Corporação como seu patrono pelos feitos "heróicos" na Guerra de Canudos e imortalizado em diversas homenagens: quartel Cel Fontoura, Academia de Polícia Militar "Coronel Fontoura", Medalha Coronel Fontoura, Prova Hípica Coronel Fontoura, entre outras.

Abaixo, apresentamos a listagem dos Comandantes da Corporação desde suas origens em 1818:

01 - (1818- ... ) - Major Ajudante José Victorino de Amarantes - primeiro Comandante à época do Conde de Vila Flor (1).

02 - (1820-1830) - Não informado - tendo tal tropa sido criada pelo Marechal de Campo Manoel Marques D'Elvas Portugal (2).

03 - (1831-1834) - Não informado - nesse período a força policial recebeu o nome de CORPO DE MUNICIPAIS PERMANENTES (03).

04 - (1876): Major Antônio Nicolau Monteiro Baena.

* OBS: a listagem está fragmentária, uma vez que demandam pesquisas para que esteja completa, incumbência assumida pela equipe de policiais militares que compõem este blog.

COMANDANTES-GERAIS:
Com essa denominação temos um total de 53 Oficiais que comandaram a PMPA, desde 1895 até 2016 (em andamento), conforme consta no Almanaque de Oficiais da PMPA, versão 2016, (digital).

1 - JOSÉ SOTÉRO DE MENEZES
Tenente - Coronel de Infantaria do Exército.
Nomeação: Decreto de 07 de fevereiro de 1895.
Exoneração: Decreto de 09 de outubro de 1900.

2 - ANTONIO SÉRGIO DIAS VIEIRA DA FONTOURA
Coronel de Infantaria da PM.
Nomeação: Decreto De 09 De Outubro De 1900.
Exoneração: Decreto De 01 De Agosto De 1911.

3 - SATURNINO DE BARROS E AROUCK
Tenente - Coronel de Infantaria da PM.
Nomeação: Decreto de 21 de agosto de 1911,
Exoneração: Decreto de 08 de setembro de 1915.

4 - JOÃO BATISTA CEARENCE CILENO
Tenente - Coronel de Infantaria da PM.
Nomeação: Decreto de 27 de janeiro de 1916.
Exoneração: Decreto de 01 de novembro de 1919.

5 - LUIZ LÔBO
Tenente - Coronel de Infantaria do Exército.
Nomeação: Decreto de 01 de novembro de 1919.
Exoneração: Decreto de 09 de julho de 1923.

6 - RAIMUNDO FURTADO DE LEÃO
Tenente - Coronel de Infantaria do Exército.
Nomeação: Decreto de 10 de julho de 1923.
Exoneração: Decreto de 16 de abril de 1926.

7 - ALBERTO ODORICO DE MESQUITA
Tenente - Coronel de Infantaria da PM.
Nomeação: Decreto de 16 de Abril de 1926.
Exoneração: Decreto de 06 de novembro de 1930 - Extinta Força.

8 - JOSÉ MANOEL FERREIRA COÊLHO
Capitão de Infantaria do Exército.
Nomeação: Decreto de 04 de maio de 1935.
Exoneração: Decreto de 14 de dezembro de 1938.

9 - CÉSAR ROMULO SILVEIRA JUNIOR
Capitão de Infantaria do Exército.
Nomeação: Decreto de 09 de janeiro de 1939.
Exoneração: Decreto de 14 de janeiro de 1942.

10 - MÁRIO DA SILVA MACHADO
Capitão de Infantaria do Exército.
Nomeação: Decreto de 28 de janeiro de 1942
Exoneração: Decreto de 18 de maio de 1942.

11 - PAULO FRANCISCO TORRES
Capitão de Infantaria do Exército.
Nomeação: Decreto de 29 de maio de 1942.
Exoneração: Decreto de 06 de janeiro de 1943.

12 - LUIZ GEOLÁS DE MOURO CARVALHO
Capitão de Infantaria do Exército.
Nomeação: Decreto de 21 de março de 1943.
Exoneração: Decreto de 29 de fevereiro de 1944.

13 - NEY RODRIGUES PEIXOTO
Capitão de Infantaria do Exército.
Nomeação: Decreto de 29 de fevereiro de 1944.
Exoneração: Decreto de 06 de novembro de 1945.

14 - MÁRIO LIBÓRIO PEREIRAtenente-
Coronel de Infantaria do Exército.
Nomeação: Decreto de 06 de novembro de 1945.
Exoneração: Decreto de 09 de fevereiro de 1946.

15 - NEY RODRIGUES PEIXOTO
Capitão de Infantaria do Exército.
Nomeação: Decreto de 19 de março de 1946.
exoneração: Decreto de 16 de novembro de 1946.

16 - CINÉSIO PAULO DE CARVALHO
Tenente - Coronel de Infantaria da PM.
Nomeação: Decreto de 18 de novembro de 1946.
exoneração: Decreto de 21 de junho de 1947.

17 - FERNANDO RODRIGUES PEIXOTO
Major de Infantaria do Exército.
Nomeação: Decreto de 01 de julho de 1947.
Exoneração: Decreto de 17 de julho de 1950.

18 - CINÉSIO PAULO DE CARVALHO
Tenente - Coronel de Infantaria da PM.
Nomeação: Decreto de 18 de julho de 1950.
Exoneração: Decreto de 26 de janeiro de 1951.

19 - MANOEL CORDEIRO NETO
Major de Infantaria do Exército.
Nomeação: Decreto de 27 de janeiro de 1951.

20 - GERALDO DALTRO DA SILVEIRA
Major de Artilharia do Exército.
Nomeação: Decreto de 24 de fevereiro de 1951.
Exoneração: Decreto de 31 de maio de 1951.

21 - MILTON LISBOA
Capitão de Infantaria do Exército.
Nomeação: Decreto de 31 de maio de 1951.
Exoneração: Decreto de 01 de março de 1956.

22 - MANOEL MAURÍCIO FERREIRA
Tenente - Coronel de Infantaria da PM.
Nomeação: Decreto de 06 de março de 1956.
Exoneração: Decreto de 10 de julho de 1956.

23 - JURANDYR TORRES DE LIMA
Tenente - Coronel de Infantaria da PM.
Nomeação: Decreto de 10 de julho de 1956.
Exoneração: Decreto de 14 de agosto de 1956.

24 - MARAVALHO NARCISO BELO
Capitão de Infantaria da Força Aérea Brasileira.
Nomeação: Decreto de 14 de agosto de 1956.
Exoneração: decreto de 08 de dezembro de 1957.

25 - MÁRIO BARRIGA GUIMARÃES
Tenente - Coronel de Infantaria da PM.
Nomeação: Decreto de 08 de dezembro de 1957.
Exonerado: Decreto de 29 de maio de 1958.

26 - IRAN DE JESUS LOUREIRO
Capitão de Infantaria do Exército.
Nomeação: Decreto de 29 de maio de 1958.
Exoneração: Decreto de 19 de janeiro de 1961.

27 - JOSÉ GUILHERME DE SEQUEIRA CARDOSO -
Capitão de Infantaria do Exército.
Nomeação: Decreto de 18 de abril de 1961.
Exoneração: Decreto de 12 de março de 1963.

28 - IRAN DE JESUS LOUREIRO
Capitão de Infantaria do Exército.
Nomeação: Decreto de 13 de agosto de 1963.
Exoneração: Decreto de 15 de junho de 1964.

29 - EVILÁSIO PEREIRA
Tenente - Coronel de Cavalaria do Exército.
Nomeação: Decreto de 10 de julho de 1964.
Exoneração: Decreto de 31 de janeiro de 1966.

30 - ANTÔNIO CALVIS MOREIRA
Major de Infantaria do Exército.
Nomeação: Decreto de 04 de fevereiro de 1966.
Exoneração: Decreto de 07 de abril de 1969.

31 - HÉLIO JESUS FONSECA
Coronel da Infantaria do Exército.
Nomeação: Decreto de 07 de abril de 1969.
Exoneração: Decreto de março de 1970.

32 - DOUGLAS FARIAS DE SOUZA
Tenente - Coronel de Infantaria do Exército.
Nomeação: Decreto de 03 de agosto de 1970.
Exoneração: Decreto de 31 de março de 1975.

33 - CARLOS ALBERTO MOREIRA
Major de Infantaria do Exército.
Nomeação: Decreto de 31 de março de 1975 faleceu em pleno.
Exercício do cargo, no dia 29 de janeiro de 1977.

34 - SIMEÃO SILVA
Cel PM de 04 de fevereiro de 1977.
Nomeação: Decreto nº 9.991, de 31.01.77, foi designado para.
Assumir interinamente o comando da PMPA.
Exoneração: decreto de 12 de abril de 1977.

35 - JOUBERT SIQUEIRA
Tenente - Coronel da Arma de Artilharia do Exército
Nomeação: Decreto de 05 de abril de 1977.
Exoneração: Decreto de 03 de abril de 1979.

36 - GERALDO DE ARRUDA PENTEADO
Tenente - Coronel da Arma de Artilharia do Exército.
Nomeação: Decreto de 03 de abril de 1979.
Exoneração: Decreto de 03 de fevereiro de 1981.

37 - ELADYR NOGUEIRA LIMA
Coronel PM.
Nomeação: Portaria Governamental nº 488, de 03 de fevereiro de 1981.
Exoneração: Portaria n. º 540, de 24 de abril de 1982.
O Coronel PM Eladyr Nogueira Lima assumiu o comando da corporação no período em que o processo de reabertura democrática se iniciava. 
Entre as preocupações do comando da PM àquela época estava a possibilidade do ingresso de mulheres na fileira da corporação, o que se efetivou no comando seguinte.
Também, nesse período, a Polícia Militar iniciava a organização dos CPA (Comando de Policiamento de Área) que depois veio a dar lugar ao CPC (Comando de Policiamento da Capital) e CPI (Comando de Policiamento do Interior).

38 - ARTAGNAN BARBOSA DE AMORIM SOBRINHO
Coronel de Arma de Artilharia do Exército.
Nomeação: Decreto de 24 de abril de 1981.
Exoneração: Decreto de 21 de fevereiro de 1983.

39 - MÁRIO NAZARENO LOPES ROCHA
Coronel PM.
Nomeação: portaria Governamental nº 918 de 28 de fevereiro de 1983
Exoneração: portaria Governamental nº 1.053 de 04 abril de 1983.

40 - FRANCISCO RIBEIRO MACHADO
Coronel PM.
Nomeação: Decreto de 04 de abril de 1983.
Exoneração: Decreto de 20 de março de 1987.

41 - AILTON CARVALHO GUIMARÃES
Coronel PM.
Nomeação: Decreto de 20 de março de 1987.
Exoneração: Decreto de 28 de agosto de 1989.

42 - RAIMUNDO NONATO BARBOSA LIMA
Coronel PM.
Nomeação: Decreto de 28 de agosto de 1989.
Exoneração: Decreto de 16 de março de 1991.

43 - CLETO JOSÉ BASTOS DA FONSECA
Coronel PM.
Nomeação: Decreto de 16 de março de 1991.
Exoneração: Decreto de 30 de dezembro de 1994.

O Coronel PM Cleto José Bastos da Fonseca foi um incentivador da pesquisa institucional do historiador Dantas de Feitosa que publicou em 1994 o livro intitulado "Antecedentes Históricos da Polícia Militar do Pará", editado pela Princeps.
Teve como subcomandante o Coronel PM Heitor dos Santos Watrin Júnior, Oficial Superior tido como rígido por muitos de seus integrantes.
Após deixar o cargo de Comandante Geral, foi eleito vereador de Belém.


44 - FABIANO JOSÉ DINIZ LOPES
Coronel PM.
Nomeação: Decreto de 01 de janeiro de 1995.
Exoneração: Decreto de 11 de janeiro de 1999.
O Coronel PM Fabiano Lopes era comandante do CPM e do Batalhão de Choque antes de assumir o comando da corporação. Os primeiros anos de seu Comando foram marcados pela readequação administrativa da corporação e pela moralidade, havendo o controle das contas administrativas e contenção de despesas, equilibrando a economia da corporação. Teve também destacada ênfase na promoção de diversos cursos para as praças da corporação com regularidade na oferta do CFSD, CFC, e CFS.
Lamentavelmente, no seu comando ocorreu o conflito em Eldorado dos Carajás (17.04.1996), cujo confronto entre Policiais Militares das tropas de Marabá e Parauapebas com resultou na morte de 19 sem-terras que estavam bloqueando a PM 150.

45 - FAUSTINO ANTONIO GONÇALVES NETO
Coronel PM.
Nomeação: Decreto de 11 de janeiro de 1999.
Exoneração: Decreto de 30 de maio de 2000.

46 - MAURO LUIZ CALANDRINI FERNANDES
Coronel PM.
Nomeação:Decreto de 30 de maio de 2000
Exoneração: Decreto de 01 de janeiro de 2003

47 - JOÃO PAULO VIEIRA DA SILVA
Coronel PM.
Nomeação: Decreto de 01 de janeiro de 2003
Exoneração: decreto de 28 dezembro de 2006.

A Polícia Militar do Pará, no período de 2003-2006, teve como Comandante Geral o Coronel PM R/R João Paulo Vieira da Silva.
A sua última função antes de assumir o Comando da PM era de Chefe da Casa Militar da Governadoria do Estado. A peculiaridade na assunção do Comando da PM foi a de ter sido convocado da Reserva Remunerada para tal função.
É natural de Belém, nascido a 19/07/1949 e tinha 53 anos quando assumiu o Comando da PM.
Nomeação:
Exoneração:
Teve como SubComandante Geral o Coronel PM Lameira.


48 - LUIZ CLÁUDIO RUFFEIL RODRIGUES
Coronel PM
Nomeação: Decreto de 01 de janeiro de 2007
Exoneração: Decreto de 13 de Janeiro de 2009.

O Comando da Polícia Militar no período de janeiro/2007 a janeiro/2009 foi exercido pelo Coronel PM Luiz Cláudio Ruffeil Rodrigues.
Sua última função antes de assumir o Comando da PM foi a de Comandante do CPR-I (Santarém).
É natual de Belém, nascido a 17/04/61, tinha 46 anos de idade quando assumiu o Comando da PM.
Nomeação: 01/01/2007
Exoneração: 09/01/2009

O seu comando foi marcado por grande investimento na área da formação com inúmeros policiais militar fazendo curso fora do Estado. Teve como SubComandante o Coronel PM Luiz Dário da Silva Teixeira, Oficial Superior tido como rígido e turrão por muitos da tropa.



49 - LUIZ DÁRIO DA SILVA TEIXEIRA
Coronel PM
Nomeação: Decreto de 13 de janeiro de 2009
Exoneração: Decreto de 23 de Março de 2010.

No período de 09/01/2009 a 22/03/2010, a Polícia Militar do Pará teve como Comandante Geral o Coronel PM Luiz Dário da Silva Teixeira. Sua última função antes de assumir o Comando da corporação foi a de SubComandante Geral.
Era natural de Belém-PA, nascido a 11/09/60 e falecido ainda em 2010.
Quando assumiu o Comando da PM tinha 48 anos de idade. À época da assunção do Comando era possuidor do curso de Bacharel em Direito.
Teve como SubComandante Geral o Coronel PM Augusto Emanuel Cardoso Leitão, que o sucedeu no comando da PM.
O seu comando foi marcado pela tentativa de controle administrativo e operacional da corporação, tendo sido iniciado e ativado o SIGPOL (Sistema de Gestão da Polícia Militar do Pará), plataforma que abrangia apenas os sistemas de protocolo e pessoal, tendo à frente do desenvolvimento o CITEL - Centro de Informática e Telecomunicações da PMPA, cuja Chefia era exercida pelo então Tenente-Coronel PM Waldomiro Seráphico de Assis Carvalho Neto e como subchefe o Major PM Odiney.
O SIGPOL, aos poucos foi substituindo as antigas Fichas Disciplinares dos quarteis e o módulo protocolo facilitou a tramitação dos documentos entre as unidades policiais militares. Houve no seu comando atropelos administrativos quanto ao pagamento de professores que ministraram aulas nos cursos de formação e aperfeiçoamento, os quais só receberam o pagamento de horas-aulas nos comandos posteriores, após os processos de reconhecimento de dívidas.


50 - AUGUSTO EMANUEL CARDOSO LEITÃO
Coronel PM
Nomeação: Decreto de 23 de Março de 2010
Exoneração: Decreto de 30 de Dezembro de 2010.

Durante o ano de 2011, o Coronel PM Emanuel Cardoso Leitão foi Comandante Geral da PM. Sua última função antes de assumir o Comando foi a de Sub-Comandante Geral.
É natural de Belém, nascido a 23/01/59, possuindo 51 anos de idade quando assumiu o Comando da corporação.
Nomeação:22/03/2010
Exoneração: dez/2010
Teve como SubComandante o Coronel PM Edvaldo José Cunha Sarmanho.
No Comando do Coronel PM Leitão, a Polícia Militar ofertou pela primeira vez cursos de formação de praças através da modalidade EaD semi-presencial, a saber o Curso Especial de Formação de Sargentos PM - CEFS PM e o Curso Especial de Aperfeiçoamento de Sargentos - CEAS PM, e desta forma resolveu o problema da demanda reprimida em relação à oferta de vagas para o CAS - Curso de Aperfeiçoamento de Sargentos.


51 - MÁRIO ALFREDO SOUZA SOLANO
Coronel PM
Nomeação: Decreto de 30 de Dezembro de 2010.
Exoneração: Decreto de 03 de Janeiro de 2012.
Foi Comandante Geral da PMPA, no período de janeiro/2011 a janeiro/2012, o Coronel PM Mário Alfredo Souza Solano. Sua última função antes de assumir o Comando da corporação foi a de Chefe do Estado Maior Estratégico - EME.
O Comando do Cel PM Solano foi marcado pelo controle financeiro e orçamentário, tendo ao final do mesmo registrado um superavit nas contas da PM, com a retomada no pagamento dos fornecedores que ficaram a receber posteriormente em DEA - Despesas de Exercícios Anteriores. O 2º BPM abrigou o evento "Casa Cor Pará", tendo o edifício sido reformado pelas empresas promotoras do evento, havendo um desacordo entre elas e o comando da PM, pois as mesmas queriam indenizações pelos serviços prestados no mesmo, não havendo dotação orçamentária para isso elas retiraram todos os revestimentos, louças e objetos utilizados no evento. O evento de 21/04/2011 foi realizado no Hangar Centro de Convenções da Amazônia e pela primeira vez transmitido via satélite em todo o portal da PM, ocasião em que a PM lançou o seu vídeo institucional.
Nomeação: jan/2011
Exoneração: 06/01/2012.
É natural de Belém, nascido a  24/02/62. Assumiu o Comando da PM com 48 anos de idade. À época era formado em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Pará.
Teve como SubComandante o Coronel PM Carlos Augusto.


52- DANIEL BORGES MENDES - CEL PM
Coronel PM
Nomeação: Decreto de 03 de Janeiro de 2012.
Exoneração: Decreto de 01 de janeiro de 2015
Durante o período de janeiro/2012 a dezembro/2014 foi Comandante Geral da PM o Coronel PM Daniel Borges Mendes. Sua última função antes de assumir o Comando da corporação foi a de Comandante do Policiamento da Capital - CPC. No início do seu comando houve uma paralisação das praças da PMPA, com grande repercussão na imprensa, principalmente pelo fechamento da BR-316 pelo efetivo do 6º BPM (Ananindeua), resultando na abertura de inúmeros processos administrativas e inquéritos policiais militares que foram frustrados por uma lei de anistia que pós fim aos mesmos. O seu comando foi marcado pela revisão de algumas leis, entre as quais a LOB (Lei de Organização Básica) da PMPA que foi alterada em vários artigos, num dos quais criou o Museu da Polícia Militar e o Aquivo Geral da PMPA, órgãos de memória ligados à Ajudância Geral. 
Nomeação: Decreto de 03/01/2012.
É natural de Belém, nascido a 16/12/63, assumiu o Comando da PM aos 48 anos de idade.
Exoneração: em 1º/01/2015.
Teve como SubComandantes os Coronéis Walci, Cunha e Hilton, este último foi Chefe do EMG, uma vez que a nova Lei de Organização Básica extinguiu a função de SubComandante Geral, ficando o Chefe do EMG como substituto legal do Comandante-Geral.


53- ROBERTO LUIZ DE FREITAS CAMPOS – CEL PM
Coronel PM
Nomeação: Decreto de 01 de janeiro de 2015
Exoneração: Decreto de 18 de maio de 2017
 2017. BG 095 DE 19 MAIO DE 2017

O comando do Coronel PM Roberto Luiz de Freitas Campos foi marcado pela aprovação da nova lei de promoção de praças, ficando garantido ao Soldado, após 06 anos, ser promovido à graduação de Cabo PM e, este, após 06 anos, consecutivamente, ser promovido à graduação de 3º Sargento. Assim, ficaram extintos definitivamente os cursos de formação de Cabos e de formação de Sargentos. Após a promoção à graduação de 3º Sargento PM, o policial militar deverá cursar o CAGS - Curso de Adaptação à Graduação de Sargentos. Não foi registrado em seu comando nenhuma movimentação grevista na tropa da PMPA. A PM no seu comando teve mudança da sede do Comando Geral da PMPA que saiu do prédio da Avenida Almirante Barroso, esquina com
. Sua última função antes de assumir o Comando da corporação foi a de Comandante do Policiamento da Capital - CPC.
Nomeação: 
Decreto de 1º de janeiro de 2015Publicado no DOE Nº 32.798, de 01/01/2015, publicado no BG nº 001, de 02/01/2015.
Teve como Chefe do Estado-Maior Geral o Coronel PM Lázaro Saraiva de Brito Júnior.


Exoneração: Decreto de 18/05/2017, publicado no BG nº 095, de 19/05/2017.
É natural de Belém, nascido a 30/01/70, assumiu o Comando da PM aos 44 anos de idade.


Possui os seguintes cursos:
1991 - CFO PM; Montanha
1992 – Controle de Distúrbio Civil (PMSP); Policiamento em Praças Desportivas;
1994 – Policiamento Montado;
1997 – Segurança de Dignitários;
2001 – CAO; Times Táticos I e II; Negociação e Resgate de Refém; Gerenciamento de Conflitos;
2002 -Officer Survival Advanced – Curso de Tática de Explosivos; Dynamic Tatical Immobilization – Curso de Dinâmica de Imobilização; Resgate de Reféns de Alto Risco – Curso de Resgate de Reféns e Operações Especiais de Alto Risco; Especialização de Táticas Especiais; Officer Survival – Tática e Explosivos; Paraquedismo-Formação de Paraquedista;
2003 – II Curso de Instrutor de Pistola .40 e Carabina .30 – Método Giraldi;
2005 – Piloto Privado de Helicópteros;
2006 – Prático de Habilitação na Aeronave AS350 – Esquilo; Piloto Privado de Avião Monomotor;
2009 – CSP; Tática Policiais Avançadas I – Força Tática.

Principais acontecimentos do seu Comando:
Foram transmutados os cursos de Formação de Soldados, Formação de Cabos, Formação de Sargentos, num único curso denominado de Curso de Formação de Praças (CFP), no qual o cidadão ingressa na corporação e após 06 (seis) anos de interstício como Soldado PM (excluindo-se o tempo de Aluno do CFSD ou do CFP) é promovido a Cabo PM. Em seguida, cumprindo-se o interstício de 06 anos o Cabo é promovido a 3º Sargento PM.
Decorre dessa promoção a necessidade de se revisar conhecimentos adquiridos quando do ingresso na corporação pelo CFP. Assim, surgiu o CAGS (Curso de Adaptação à Graduação de Sargentos) e, finalmente, encerrando a carreira das praças, os sargentos devem fazer o Curso de Aperfeiçoamento de Sargentos (CAS), atividade discente de longa data e que possibilita ao 2º Sargento PM seguir carreira até chegar à graduação de SubTenente, passando pela graduação de 1º Sargento PM.
No ano de 2016, pela primeira vez foi ofertada vaga para o CFP, cuja prova foi realizada em 30/07/2016, para um total de duas mil vagas para todo o Estado do Pará, os quais incluiram no ano seguinte.


54- HILTON CELSON BENIGNO DE SOUZA – CEL PM
Coronel PM
Nomeação: Decreto de 18 de Maio de 2017
Exoneração:

O comando do Coronel PM Hilton está sendo marcado pelo incremento das ações operacionais de policiamento ostensivo e pela retomada da formação com o ingressos de novos soldados que estão no CFAP fazendo o CFP, com formatura prevista para o primeiro semestre de 2018.
A Academia de Polícia Militar recebeu, também, novos cadetes e uma turma do CADO, este último dentro de um ano estarão formados.
O seu comando tem a responsabilidade de comemorar os 200 anos da corporação, cujos eventos estão sob a coordenação do CEL PM SILVEIRA.
Antes de assumir o comando geral da PM, o Cel PM Hilton era Secretário Adjunto de Gestão Operacional na SEGUP, é formado em Direito e possui os cursos de Preparação de Instrutores e Curso de Administração de Ensino.
O Coronel Hilton possuía 47 anos de idade ao assumir o comando da corporação.

























            





       





_____
Fontes:
(1) BAENA, Antônio Ladislau Monteiro. Compêndio das Eras da Província do Pará. Belém: UFPA, 1969. pág. 306.
(2) MARRECA, Orvádio Deolindo da Cunha. A História da Polícia Militar do Pará desde 1820 à 1939. Belém: Typographia do Instituto Lauro Sodré, 1940. Pág. 43.
(3) Idem.
(4) PMPA. Almanaque de Oficiais PM Combatentes. Belém-PA, PMPA, 2016. versão virtual.

PARTE III O 98º anniversario do Regimento de Cavallaria da Policia Militar  do Estado. (escrita da época)   O tenente Sylvio Rom...